Incontingências - VtR

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Incontingências - VtR

Mensagem por Winters em Qua 30 Out - 13:49

O sol já havia desaparecido desta face do planeta a algumas horas, deixando o calor de um dia inteiro desaparecer da rua e dos monolíticos arranha-céus. Alice, sentada em uma mesa de um café movimentado na zona portuária da cidade, quase podia sentir-se como parte inorgânica do cenário. Desde que adquiriu sua nova condição, esse tem sido um pensamento recorrente, que não chega a ser incômodo, mas a ideia de agora estar caçando aqueles os quais um dia já foram seus iguais é um tanto diferente do seu habitual. Não completamente, claro. Como defensora de criminosos da pior espécie, Alice já viu dezenas de vezes o que a espécie humana é capaz de fazer com seus semelhantes. Assassinatos, gigantescos desvios de dinheiro público, remoções ilegais em zonas pobres da cidade em prol da especulação imobiliária. Perseguir humanos para alimentar-se de seu sangue não parece ser muito diferente dos outros tipos de parasitismo com os quais ela já trabalhou.
 
Seu estômago não estava vazio e tampouco seu apetite aguçado, mas como Brock havia lhe instruído algumas noites atrás um vampiro jovem, um neófito, é mais propenso a perder o controle mesmo não estando esfomeado. Dentre as numerosas lições que ele havia ensinado o ato de se alimentar foi dentre todos o mais frisado. Perder o controle. Não novamente. Seu abraço, o evento que deu inicia a sua não-vida, é um branco completo, um ficheiro excluído. Você lembra-se do dia que antecedeu o abraço e dos dias que se passaram logo a seguir, mas a noite fatídica havia se perdido. Vagamente, a sensação que o cheiro de sangue trazia a você enquanto ainda viva surge ao tentar se lembrar, acompanhado de um pressentimento maléfico e distante que faz seu estômago revirar. Seu senhor não fala sobre aquela noite, e você sente um receio anormal só de pensar em comentar sobre. Você perdeu o controle naquela noite, e isso custou muito mais do que a sua própria vida. A relação entre cria e ancião vem deteriorando desde que você fora formalmente apresentada à sociedade noturna, e parte de você acredita que Brock arrumou sérios problemas ao abraça-la, mesmo que seu nada agradável senhor tome medidas para não transparecer. Desgosto, arrependimento e sangue os ligam.
 
Entre os rumores e ameaças que circulam entre os membros, surge o boato de que uma nova lei fora criada pelos primogênitos e outros vampiros mais velhos, uma referente à alimentação e cuja punição para a sua desobediência estaria entre as mais severas. Os territórios de caça foram rasgados reduzidos a uma parcela do que já foram e os direitos sobre os melhores locais foram clamados por aqueles fortes o suficiente para tal, deixando pouco mais que meia dúzia de bairros pobres e perigosos para os novatos e forasteiros utilizar. A pressão está acumulando a cada noite que passa, e já é possível ouvir boatos de grupos de neófitos jogando agressivamente contra vampiros mais experientes. Notícias cada vez mais frequentes relatam mortes-finais trágicas relacionadas a disputas territoriais e discussões que fugiram ao controle, e os mais antigos dentre os anciões não pare cem inclinados a fazer algo a respeito, por algum motivo. Você se pergunta onde estará quando a situação perder o controle, mas por hora está conseguindo acesso sem grandes problemas.
 
Neste início de noite você conseguiu novamente. O píer junto ao grande lago da cidade estava relativamente cheio de gente que veio para assistir ao pôr-do-sol de sexta-feira e ficou para curtir o início do final de semana. Os bares frente ao lago lançam música no ar e iluminam aquele ponto da cidade com luzes coloridas e pulsantes, deixando vários veios de escuridão e outras brechas vazias entre as construções. O tempo ameno dava uma trégua do inverno rigoroso que havia passado, o que possibilitou um numero ainda maior de pessoas circulando nesta noite agitada. Sentada naquele canto mais afastado do café, observando tudo da varanda um pouco acima do solo, você tinha total controle sobre aquela situação, e poderia se dar ao luxo de escolher o alvo com toda a paciência do mundo.
 

Um detalhe fez você abrir um sorriso, no entanto. Dividindo uma rodada de batatas fritas com um grupo barulhento de pessoas, um antigo amigo seu dos tempos de faculdade parecia monopolizar as atenções em uma mesa não muito longe da sua. Daniel, um sujeito grande e não muito esperto que havia sido empurrado graduação adentro pelos pais havia sumido após concluir o curso de direito, e vocês nunca mais se viram desde então. Ele ou um de seus amigos certamente seria o caminho mais fácil para se alimentar esta noite.


OFF: Primeira cena só pra pegar o embalo, pode ir descrevendo detalhes sobre a personagem ou a relação dela com os npcs ou a cidade que tu achar necessário a vontade. Qualquer coisa manda mensagem What a Face

_________________
avatar
Winters
Admnistrador
Admnistrador

Mensagens : 213
Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 27
Localização : Pangéia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Incontingências - VtR

Mensagem por Jeremy em Qui 31 Out - 19:58

POSSO JOGAR? COM MEU PERSONAGEM "EL POLLO LOCO" UM WRESTLER PROFISSIONAL!?

_________________
Where are your old Souldiers with slashes and skars?
That never used drinking in no time of wars,
Nor shedding of bloud in mad drunken jars?
And is not Old England grown new?
avatar
Jeremy
Admnistrador
Admnistrador

Mensagens : 271
Data de inscrição : 06/03/2010
Localização : Hell De Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Incontingências - VtR

Mensagem por Jeremy em Ter 5 Nov - 19:14

Jogo já acabou?

Fiz um personagem novo, um Deva conhecido como Rei do Camarote rola?

_________________
Where are your old Souldiers with slashes and skars?
That never used drinking in no time of wars,
Nor shedding of bloud in mad drunken jars?
And is not Old England grown new?
avatar
Jeremy
Admnistrador
Admnistrador

Mensagens : 271
Data de inscrição : 06/03/2010
Localização : Hell De Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Incontingências - VtR

Mensagem por Winters em Qua 6 Nov - 11:42

Kat se fazendo de salame oasokpsapoksasa
Manda ficha, agrega valor ao fórum

_________________
avatar
Winters
Admnistrador
Admnistrador

Mensagens : 213
Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 27
Localização : Pangéia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Incontingências - VtR

Mensagem por Isabella Frezzato em Ter 14 Jan - 12:04



Um Teaser...
Um Nome...
Jericó.

Em Breve
avatar
Isabella Frezzato
Admnistrador
Admnistrador

Mensagens : 230
Data de inscrição : 07/03/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Incontingências - VtR

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum